Myanmar (Foto: Marc Veraart)
Myanmar (Foto: Marc Veraart)

A antiga Birmânia possui riquezas culturais inigualáveis. Listamos 5 razões principais para você conhecer este país apelidado de “Terra Dourada”.

A Barca Real do lago Inle, em forma de uma ave sagrada, chega no vilarejo (Foto: Divulgação)
A Barca Real do lago Inle, em forma de uma ave sagrada, chega no vilarejo (Foto: Divulgação)

1Curtir o maior festival no Lago Inle

O festival Phaung Daw Oo marca o retorno da Barca Real, em forma de uma ave mítica sagrada, a seu vilarejo de origem às margens do Lago Inle. É uma celebração única, com a participação de toda a comunidade, uma festa que você jamais viu nada igual antes.

A Barca Real do lago Inle, em forma de uma ave sagrada, chega no vilarejo (Foto: Divulgação)
A Barca Real do lago Inle, em forma de uma ave sagrada, chega no vilarejo (Foto: Divulgação)

2Voar de balão sobre os templos de Bagan

Sobrevoar ao amanhecer a planície de Bagan, repleta de templos milenares, é um espetáculo singular. Você jamais vai esquecer esta experiência de observar e fotografar uma paisagem idílica, de cima e em silêncio.

A Pedra Dourada (Mt Kyaiktiyo) é local de peregrinação para milhares de fiéis
A Pedra Dourada (Mt Kyaiktiyo) é local de peregrinação para milhares de fiéis

3Sentir de perto a magia da Pedra Dourada

O Monte Kyaikhtiyo é um dos lugares mais sagrados de Myanmar. Segundo o budismo local, se você alcançar o local onde a Pedra Dourada parece cair no precipício do vale, significa que você acumulará grandes méritos.

Shwedagon: local é palco do Festival das Luzes, na Lua Cheia de outubro (Foto: Divulgação)
Shwedagon: local é palco do Festival das Luzes, na Lua Cheia de outubro (Foto: Divulgação)

4Participar da Festa das Luzes em Yangon

 

Shwedagon é considerado como o templo budista mais antigo do país, com 2.500 anos de idade. O domo circular contém 60 toneladas de ouro e chega a 98 metros de altura. O local é palco do Festival das Luzes, na Lua Cheia de outubro.

Homem da etnia Intha, que vive na região do lago Inle (Foto: Hans A. Rosbach)
Homem da etnia Intha, que vive na região do lago Inle (Foto: Hans A. Rosbach)

5Conhecer as diversas etnias de Myanmar

Fechado ao turismo até poucos anos, Myanmar ainda é muito autêntico, guardando tradições seculares. Seus habitantes de 135 etnias diferentes possuem algo em comum: são extremamente gentis e hospitaleiros e adoram conhecer pessoas de outros países.