Turkish Airlines, companhia aérea que liga diretamente o Brasil e a Turquia, garante que os voos continuam acontecendo normalmente (Foto: Divulgação)
Turkish Airlines, companhia aérea que liga diretamente o Brasil e a Turquia, garante que os voos continuam acontecendo normalmente (Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

A Turquia voltou atrás na decisão de liberar visitantes provenientes do Brasil diretamente, sem quarentena, em seu território. Cerca de 24 horas depois de ter publicado a autorização, o governo turco lançou outra circular e foi além: proibiu voos diretos do Brasil.

Leia também:

Após ter anunciado, no dia 27 de junho, que a quarentena para passageiros vindos do Brasil não seria mais exigida, o Ministério do Interior da Turquia reverteu a decisão e anunciou nesta segunda-feira, 28 de junho, que os voos diretos do Brasil para a Turquia foram suspensos e que a quarentena de 14 dias continuará a ser exigida, assim como a apresentação de teste negativo para COVID-19 antes do embarque.

“O Consulado-Geral do Brasil em Istambul reitera a recomendação de que viagens não essenciais à Turquia devem ser evitadas”, aponta comunicado do consulado brasileiro na principal cidade turca.

Até nova ordem do governo turco, o brasileiro precisará cumprir as ordens locais de chegada: apresentação do teste PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque e cumprimento de quarentena de 14 dias em hotéis que serão apontados logo no desembarque.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Consulado em Istambul (@cg.istambul)

Voos acontecem normalmente

Apesar de o governo turco comunicar que os voos diretos entre Brasil e Turquia estão suspensos, a Turkish Airlines, companhia aérea que liga diretamente o Brasil e a Turquia, garante que os voos continuam acontecendo normalmente.

Leia o comunicado da Turkish na íntegra

Caro Agente de Viagens,

Os voos da Turkish Airlines seguem operando normalmente entre Brasil e Turquia, e durante o mês de junho os passageiros contam com um voo adicional, totalizando quatro frequências semanais entre São Paulo e Istambul.

Os passageiros com origem do Brasil que viajam para outros destinos internacionais via Turquia podem realizar conexão normalmente no aeroporto de Istambul, desde que não saiam da área de trânsito internacional, e os passageiros que viajam com destino a Turquia, mas que estiveram no Brasil há pelo menos 14 dias antes de chegar em território turco, independentemente de nacionalidade serão submetidos a uma quarentena obrigatória de 14 dias, em alojamentos e locais determinados pelo governo.

Para os passageiros provenientes do Brasil é exigido um teste negativo de RT-PCR para COVID-19, feito no máximo 72 horas antes da chegada a Turquia. O teste deve estar em inglês.

Para informações sobre fronteiras acesse o site IATA CENTRE.

PUBLICIDADE